julho 27, 2010

Denúncias de maus-tratos aos animais aumentaram 733%

Setor especial começou a funcionar em março deste ano

Pioneira na implantação de um setor exclusivo para investigar os crimes de maus tratos contra os animais em São Paulo, Campinas registrou nos primeiros quatro meses de funcionamento um crescimento de 733,3% . As ocorrências saltaram de seis, em março, para 50, em junho. O departamento começou a operar em março no 4º Distrito Policial, e o município tem uma população estimada em 150 mil cães e 15 mil gatos. Um censo oficial ainda não foi feito, mas os números são baseados nas campanhas de vacinação, de acordo com o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), da Prefeitura de Campinas.



PARA DENUNCIAR MAUS TRATOS A ANIMAIS EM CAMPINAS-SP
Denúncias podem ser feitas no Setor de Defesa dos Animais. O telefone é (19) 3256-4202 ou 3256-4700. Quando o denunciante se identifica como testemunha do caso, a investigação ganha em agilidade, segundo a delegada responsável pelo setor, Rosana Mortari.

Para a delegada titular do Setor de Defesa dos Animais, Rosana Mortari, a divulgação na mídia e a propaganda boca-a-boca também são responsáveis pelo crescimento das ocorrências. “Com informação e confiança, as pessoas estão perdendo a sensação de impunidade e denunciando mais. Estão até fazendo denúncias anônimas”, disse a delegada. (Clique aqui para conhecer a legislação e saber como denunciar).


Maus Tratos


Na lista das principais ocorrências de maus tratos estão falta de alimentação, abandono, morte por envenenamento e uso em rituais e a venda de cães antes do desmame, entre outros.
Mas a delegacia especializada tem atuado em casos chocantes, como o caso de um cão enterrado vivo que foi deixado com apenas a cabeça para fora. O animal ficou quatro dias nestas condições e não resistiu. “Quando chegou o socorro o animal agonizava”, disse a delegada Rosana Mortari.
O presidente do Conselho Municipal dos Direito dos Animais, Flávio Lamas, disse ao EPTV.COM que havia recebido nesta semana uma denúncia de que duas cadelas estavam sendo vítimas de abuso por moradores de rua. A situação está sendo investigada.

Fonte
Via Vista-se

Sem comentários: