maio 30, 2010

Criador do Twitter defende o vegetarianismo

Por Annie Hartnett  
Tradução por Giovanna Chinellato (da Redação)
Quem iria imaginar que o Twitter era tão amigo dos animais?
foto do pássaro símbolo do twitterO co-fundador da rede, Biz Stone, se tornou vegan em 2001 depois de visitar a Farm Sanctuary. Ele leu um discurso num evento da organização na Califórnia no começo do mês, cujo tema foi “Comunicação e Compaixão: Usando a mídia social como uma força pelo bem”. O twitter pessoal de Biz (@biz) tem mais de 1,6 milhões de seguidores, e ele regularmente twitta a respeito de causa animal e ambiental.
Biz Stone também está promovendo lanches vegetarianos para escolas. Ele mandou uma carta a George Miller, membro do comitê de Casa Educação e Trabalho, em que escreveu: “centenas de milhares de estudantes pelo país não comem carne, de acordo com um estudo do Centro de controle e prevenção a doenças. Entretanto, esses pequenos vegetarianos dificilmente encontram alimentos saudáveis sem carne nas cantinas escolares.”
Biz Stone obviamente acredita no poder do alimento, porque a sede do Twitter em São Francisco oferece almoços e lanches veganos gratuitos aos seus empregados. As sedes também são pintadas sem uso de produtos tóxicos, que podem causar câncer em animais e pessoas. Muitos dos móveis são feitos de material reciclado. Existe até um piano no lobby, de acordo com a twittada de Biz Stone em 6 de abril.
Mas além de seu fundador, o Twitter é amigo dos animais porque você pode ser parte de uma comunidade que se importa com os animais. Existe uma leva constante de twittadas veganas. As pessoas trocam artigos e receitas veganas, assim como encorajamentos e frustrações. Confira aqui a lista dos veganos mais seguidos no Twitter.
Sou nova no Twitter (siga-me por @anniiemal), mas agora que sei que é um lugar tão amigo dos animais, estarei escrevendo 140 caracteres com mais frequência. Siga também a @changeAnimals.
Com informações da Animals Change
via ANDA

Sem comentários: