maio 10, 2010

CNN: "É segunda sem carne para alguns"



-
Matéria sobre a Segunda Sem Carne, publicada nesta segunda-feira (26.04), no site da CNN.

O site do canal americano de notícias CNN publicou nesta segunda-feira(26.04) uma matéria sobre a campanha mundial "Segunda Sem Carne". A notícia foi escrita por Sarah LeTrent e você pode ver logo abaixo a tradução feita pelo Vida Vegetariana.




É segunda sem carne para alguns

Se você se perguntar "onde está a carne?", pode ser uma segunda-feira.

Segunda Sem Carne é um movimento popular em crescimento em que carnívoros abdicam da cerne uma vez na semana, por questões de saúde e ambiental.

A campanha começou em 2003 como uma iniciativa de saúde pública, em associação com Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health e Johns Hopkins Center for a Livable Future em Baltimore, Maryland.

Mas por que sem carne e por que às segundas?

"Estudos sugerem que as chances de mantemos nossos hábitos quando iniciados às segundas-feiras é maior do que em outros dias da semana", segundo a campanha de saúde pública Healthy Monday.

Pesquisas afirmam que a iniciativa de deixar de comer carne ajuda a conservar a água, reduz as emissões de carbono e diminui a ingestão de gordura saturada.

"Certamente você não precisa comer carne para conseguir proteína. Carne é uma parte importante da sua dieta, mas você não precisa comê-la todos os dias", disse à CNN o diretor do projeto Healthy Monday [Segunda-feira Saudável], Ralph Logiscli.

Em 12 de abril, o restaurante do hospital Johns Hopkins passou a oferecer somente refeições vegetarianas às segundas-feiras.

Há algumas críticas.

Enquanto as escolas públicas de Baltimore adotaram a Segunda Sem Carne no ano passado como forma de reduzir gastos, o conservador Glenn Beck considera a medida como uma doutrina para as crianas e pensa que isso vai além das obrigações do governo.

"Americanos amam nossos bifes, amamos nossos hambúrgueres, minha última refeição será uma bife gigante, disse Beck.

O presidente do Instituto Americano da Carne, J. Patrick Boyle, escreveu que o movimento estava "privando as crianças e seus pais de determinar o que é apropriado para suas dietas, de acordo com suas preferências pessoais".

O conceito de Segunda Sem Carne não é novo. Durante a I Guerra Mundial, a Food Administration dos EUA fazia a "Segunda Sem Carne" e a "Quarta Sem Trigo". A medida visava salvar a produção de comida para que fosse enviada às tropas americanas.

O crescimento do número de pessoas que deixam de comer carne nos últimos anos é especulado como sendo culpa do "Efeito Oprah"[em menção a apresentadora Oprah Winfrey] e que conta com o aopoio de outras importantes celebridades.

O ativista alimentar e autor do livro "O dilema do onívoro", Michael Pollan", declarou no "The Oprah Winfrey Show" de abril de 2009 que ele participa desse fenômeno e encorajou os espectadores a fazerem o mesmo.

"A partir do momento em que puxamos a carne de lado e colocamos os vegetais no centro da nossa dieta, nós seremos muito mais saudáveis", disse.

A chef de cozinha e autora Katie Lee participa da Segunda Sem Carne, sempre sugerindo refeições livres de carne em seu Twitter (@katieleekitchen).

"Almoço delicioso de segunda sem carne em Sant Ambroeus... salada de rúcula comparmesão e mini espaguete arrabiata", ela escreveu em um Tweet recent. Já Gwyneth Paltrow envia uma newsletter em que compartilha receitas.

Em junho de 2009, até mesmo um Beatle entou na ação "tudo o que você precisa são os vegetais".

Paul McCartney e suas filhas, Stella e Mary, lançaram a Segunda Sem Carne no Reino Unido para alertar a todos os efeitos da produção e do consumo de carne para o aquecimento global.

"Ter um dia da semana livre de carne é uma grande mudança que qualquer um pode fazer", disse Paul, que é vegetariano.

"E isso não só ajuda no combate à poluição, como também melhora a saúde, o tratamento ético aos animais, contra a fome mundial e dá voz ao ativismo comunitário".

E não são só simples pessoas seguindo a dieta; cidades inteiras estão promovendo o novo hábito alimentar.

No dia 7 de abril, São Francisco se tornou oficialmente a primeira cidade a participar da Segunda Sem Carne nos Estados Unidos. A cidade aprovou uma resolução que obrigue os comércios a oferecerem opções vegetarianos ao menos às segundas.

Sem comentários: