dezembro 04, 2009

Ativistas protestam em Portland (EUA) pelo fim do uso de pele de animais na moda


O cativante grito “Chega de besteiras, chega de mentiras! Nós nunca vamos aceitar!” ecoou em frente ao Nicholas Ungar Furs nesta semana, enquanto membros da Portland Animal Defense League (Liga de Defesa Animal de Portland) intensificaram os protestos que visam fechar o último salão de peles remanescente em Portland, nos EUA (depois que Schumacher Furs deixou o centro).




“É de cortar o coração, e é por isso que estamos aqui,” falou a ativista vegana Courtney Kintz, enquanto distribuía panfletos informativos a quem passava. Demonstradores apresentavam o que eles chamaram de show de moda antipeles. “É um problema moralmente esquizofrênico.”



Os ativistas estavam fantasiados com pele falsa e pintados com tinta vermelho-sangue enquanto carregavam cartazes como: “18 Raposas Vermelhas para 1 Casaco.”



Os manifestantes prometem não recuar contra a Ungar Furs, que tem sido alvo de protestos desde janeiro. Kintz diz que os demonstradores vão continuar a postos em frente à loja de uma às cinco da tarde de segunda à sexta, na esperança de fazer de Portland a primeira cidade “livre de peles” nos Estados Unidos.



Essa manhã, Hort Grimm, o dono da loja se recusou a comentar os protestos quando contatado pelo Willamette Week, um jornal semanal de Portland.



Fonte: Bite Club of KC

Sem comentários: