junho 29, 2010

Triatleta vegano brasileiro disputará final no Havaí


Triatleta vegano conquista vaga para disputar a final do circuito mundial de ironman no Havaí
Para quem não está familiarizado com este esporte, saibam que o IRONMAN é uma competição de triathlon que consiste em nadar 3.800 metros, pedalar 180 km e correr 42,2 km, é uma prova de imenso desgaste físico e mental, é uma prova que exige extrema dedicação dos atletas.


O IRONMAN BRASIL faz parte do circuito mundial da modalidade e assim como em todas as outras etapas, os melhores de cada categoria conquistam o direito de disputar a final do circuito que acontece no Hawaii, reunindo os melhores triatletas de longa distância do mundo!
No dia 30 de maio de 2010 o triatleta Gustavo Ayres Netto, estudante de nutrição e vegano há 7 anos, completou o IRONMAN BRASIL com o excelente tempo de 9h 44min 01seg, chegando na 64ª colocação geral entre 1.500 atletas vindos de mais de 40 países diferentes. Este foi o seu primeiro IRONMAN, e de quebra ainda foi campeão da categoria 18 a 24 anos, conquistando a vaga para disputar a grande final do circuito mundial de IRONMAN, que acontecerá no dia 09 de outubro de outubro de 2010 no Havaí. É!
Mas o feito deste vegano de apenas 22 anos não parou por aí, a sua grande participação no IRONMAN BRASIL foi apenas parte do desafio, pois Gustavo se prepaparou para disputar o Double Survivor Challenge, desafio que conbinou o IRONMAN BRASIL e o XTERRA AMAZON (competição de triathlon cross) que foi organizado para definir o triatleta mais versátil, sendo que o XTERRA aconteceu no final de semana seguinte ao IRONMAN, ou seja, um desafio de resistência física e tanto!
Gustavo foi campeão da categoria 18 a 24 anos no XTERRA também e ainda chegou na 6ª colocação geral, tornando-se assim o vencedor do Double Survivor Chalenge. Agora é só torcer para que o Gustavo faça uma excelente prova no Havaí e conquiste mais uma vitória VEGANA!
É imprecionante que, apesar de já estar mais do que comprovado cientificamente que a dieta vegana é totalmente compátivel com desempenho esportivo de alto nível, ainda existam tantas pessoas que não se convencem, ou melhor, ”não querem se convencer”, pois não são capazes de abandonar antigos e nocivos vícios.
“Azar de quem não quer ver, por que nós, atletas veganos, estamos sempre largando em vantagem, pois nós não comemos, nos nutrimos!”

Fonte: Vista-se

Sem comentários: