maio 31, 2010

Sábias palavras


O Avatar indiano Meher Baba observou um longo período de silêncio e utilizava para sua comunicação um quadro negro. Após questionado por seus discípulos sobre aquela atitude, em 1954 ele largou sua lousa e disse "De agora em diante não mais usarei esse quadro"

Os discípulos pensaram que isso seria um sinal de que ele quebraria definitivamente seu voto de silêncio, mas os dias transcorreram sem novidades, além de ter começado a usar gestos para a comunicação. Tudo que ele dizia se referindo a seu silêncio era "que fardo isto é". Mas não um fardo sem propósito - para o nosso bem.

Entretanto, foi-lhes concedido um último benefício disso, quando um dia ele os questionou:
- Por que as pessoas gritam quando estão aborrecidas?
Os homens pensaram por alguns momentos:
- Porque perdemos a calma e queremos expressar nossa raiva - disseram eles - por isso gritamos.
- Sim, elas podem expressas sua raiva dessa maneira, mas por que gritar quando a outra pessoa está ao teu lado? - perguntou Baba - Não é possível falar-lhe em voz baixa? Porque se grita a uma pessoa quando se está aborrecido?
Os homens deram algumas respostas mas nenhuma delas satisfazia ao Baba.
Finalmente ele explicou:
- Quando duas pessoas estão aborrecidas, seus corações se afastam muito. Para cobrir esta distância precisam gritar para poderem escutar-se. Quanto mais aborrecidas estiverem, mais forte terão que gritar para escutar-se um ao outro através desta grande distância.
Em seguida Baba continuou, pois queria entendesse o mesmo assunto sob um ângulo diverso:
- O que sucede quando duas pessoas se enamoram? Elas não gritam mas sim se falam suavemente, por quê? Seus corações estão muito perto. A distância entre elas é pequena.
Baba continuou:
- Quando se enamoram acontece mais alguma coisa ? Não falam, somente sussurram e ficam mais perto ainda de seu amor. Finalmente não necessitam sequer sussurrar, somente se olham e isto é tudo. Assim é quando duas pessoas que se amam estão próximas.
Essa era a razão porque Baba observava silêncio. Não havia necessidade para uma troca de palavras. Como ele disse uma vez a seus discipulos: "Estou mais perto de vocês que sua própria respiração."
Renata Octaviani
Tradução livre de "THE ANCIENT ONE", pp. 101-102 - Copyright 1985 Naosherwan Anzar. 
Disponível no site
"Quando discutirem, não deixem que seus corações se afastem. Não digam palavras que os distanciem mais, chegará um dia em que a distância será tanta que não mais encontrarão o caminho de volta."

Sem comentários: