maio 19, 2010

Após denúncia, Nestlé terá política contra desmatamento

A Nestlé anunciou dia 17 de maio a adoção de uma nova política interna que visa excluir o desmatamento de florestas tropicais de sua linha de produção, ao cortar de sua lista de fornecedores as empresas que destroem florestas para extrair matéria-prima da natureza.

A empresa tomou essa decisão após uma denúncia do Greenpeace sobre a procedência do óleo de dendê utilizado pela Nestlé para produzir chocolates como o KitKat. Segundo a ONG, o fruto era proveniente de áreas recém-desmatadas na Indonésia e sua extração estaria comprometendo a existência de espécies que já são ameaçadas de extinção, como os orangotangos. (Clique aqui e saiba mais.)

A ONG chegou a promover uma campanha mundial contra a ação da Nestlé. Em dois meses, milhares de pessoas contataram a empresa para avisar que não comprariam produtos ligados à destruição das florestas tropicais, o que fez com que a companhia alimentícia adotasse a política contra o desmatamento, anunciada ontem.

Segundo o diretor da campanha de Florestas do Greenpeace International, Pat Venditti, agora a ONG ficará de olho na Nestlé, para saber se a empresa de fato cumprirá sua promessa e adotará uma postura contra a destruição das florestas tropicais.

FontePlaneta Sustentável
via Planeta Vegetariano









Saiba mais sobre a Nestlé

1 comentário:

мαŀų™® ღૐஜ disse...

http://universoalimentos.blogspot.com/search?q=Nestl%C3%A9+&x=-375&y=-137