abril 08, 2010

Você sabia que em São Paulo existe um cemitério para os animais?


Numa época em que cresce cada vez mais o convívio com os animais de estimação, isto porque as relações pessoais se tornaram muito complicadas, quando muitas vezes se recebe mais atenção e carinho dos animais domésticos que das próprias pessoas da família, era natural que esses animais - às vezes únicos amigos - passassem a receber um tratamento digno em todos os sentidos, pois são responsáveis pela felicidade de muita gente.

Ao longo do tempo esse tratamento tem sido através dos cuidados com alimentação, bem estar e saúde. Mas ainda estava faltando algo mais principalmente para o final da vida do companheiro e amigo fiel de tantos anos. Isto é, quando acontece a morte do animalzinho tão querido. Na maioria dos casos isso era feito de forma improvisada trazendo transtornos ao dono e mesmo aquele sentimento de que aquela vida merecia muito mais que ser enterrado em qualquer lugar e de qualquer jeito.

Essa grande falta de um local digno e apropriado para o amigo de uma vida inteira só foi sanado recentemente depois de árdua batalha de uma pessoa empreendedora e por sinal muito amiga dos animais. A idéia foi do médico veterinário Adilson Duran Spigolon que lutou durante vários anos para a concretização de um local ideal para o enterro e cremação dos animais domésticos com dignidade e segurança.

A intenção da criação de um cemitério e crematório para os animais surgiu em 1982 na ocasião da implantação do Cemitério do Carmo. Entretanto não havia Lei para regulamentar tal assunto e assim esta só foi aprovada em 1988 com o nº 10714 permitindo a implantação de cemitérios e crematórios de animais na cidade de São Paulo.

Somente no ano 2000 teve inicio a batalha para aprovação do empreendimento que obteve sucesso somente em 2006. Iniciados os trabalhos, sua construção ficou pronta em 2008 e finalmente no dia das mães de 2009 teve início o funcionamento do estabelecimento.

Local

É um jardim imenso com 24 mil metros quadrados de área verde onde são cultivados gramíneos, flores, árvores frutíferas e da flora brasileira par atrair pássaros e promover um espaço de beleza natural e muita paz. O local tem capacidade para 18 mil animais para sepultamento. Os clientes podem acompanhar o sepultamento e há no local inclusive uma capela onde os donos podem prestar uma última homenagem ao seu animal de estimação.

Também é possível a cremação, que e feita individualmente e o proprietário pode levar as cinzas ou depositá-las nos jardins do local. Tanto de uma forma quanto de outra o dono de um animalzinho de estimação certamente fica satisfeito diante de toda a atenção, cuidados e infra-estrutura que o local oferece para o seu amiguinho de uma vida inteira. É uma forma de agradecimento para um ser tão simples e ao mesmo tempo tão dedicado que na vida não soube fazer outra coisa que não fosse amar o seu dono de forma incondicional muitas vezes dando verdadeiras lições aos humanos cada vez tão indiferentes e distantes.

CREMAÇÃO:
A cremação é feita em equipamento especificamente preparado para esta função, estando certificado pelos órgãos competentes, garantindo a não poluição do ar. Seu forno é especial, atinge a temperatura de 800 graus, sendo o mesmo equipamento utilizado na cremação de humanos.

SEPULTAMENTO:
Sepultar seu animal de estimação no REINO ANIMAL além de ser um gesto de carinho e respeito, é também uma demonstração de cidadania e uma forma de garantir que todos os cuidados técnicos de saúde pública estão sendo cumpridos.

ÁREA PARA SEPULTAMENTO:
O jazigo no REINO ANIMAL pode ser adquirido por meio de uma tarifa inicial e uma taxa de manutenção anual. Para maiores informações link: Reino Animal. (Fonte: Reino Animal) Leonardo Bezerra




JORNAL DEFESA DOS ANIMAIS

Sem comentários: