junho 01, 2010

ENDA - Encontro Nacional de Direitos Animais 2010

Picture



SOBRE O ENDA
Por que um Encontro Nacional de Direitos Animais?

O texto abaixo foi escrito para o ENDA 2008, que foi a primeira edição do Encontro Nacional de Direitos Animais, evento inédito no Brasil para o qual havia muitas expectativas (por parte da organização e dos participantes), mas poucas certezas. Com a dedicação e o empenho desinteressados que foram aplicados na realização do ENDA 2008, é possível dizer que os resultados superaram todas as expectativas, tanto da organização como do público. Quem participou desse momento histórico do movimento pelos direitos animais no Brasil, pôde sentir a energia e testemunhar a troca de experiências que se deram durante os 4 dias em que convivemos juntos. Para quem não pôde estar presente, ficam as imagens e os depoimentos de quem teve essa oportunidade.

Agora, com o anúncio da próxima edição a ser realizada de 09 a 12 de outubro de 2010, está lançada uma nova oportunidade para viver ou reviver esses momentos ricos de inspiração e aprendizado que passamos juntos.






o texto que justifica o motivo da primeira edição do Encontro Nacional de Direitos Animais continua válido para justificar a proposta da segunda edição do evento e por isso o copio a seguir.


Extraído da chamada para o ENDA 2008:

A idéia de organizar um Encontro Nacional de Direitos Animais começou a tomar forma em 2006, inspirada na vivência em eventos similares fora do Brasil, mas ela começou a ser considerada seriamente apenas no início de 2007. No meu contato com ativistas durante viagens a outras cidades pelo Brasil, ao comentar sobre a proposta, percebia que havia uma grande receptividade e por isso decidi investir energia para a realização desse evento.

O termo “encontro” foi escolhido ao invés do termo “congresso” ou “conferência” porque a proposta era de realizá-lo em um ambiente e clima de discussão e aprendizado que pudesse vir acompanhado de muita integração. Discussão, aprendizado e integração são, em minha opinião, elementos importantíssimos a serem considerados no momento atual do movimento pelos direitos animais no Brasil. Foi com essa intenção que o tema do evento “discutindo o movimento, nutrindo-se nas diferenças e capacitando nossos ativistas” foi escolhido.

Estamos entrando em discussões onde deveríamos estar nos apoiando, e estamos brigando onde deveríamos estar discutindo. Para um movimento ainda em estruturação como é o nosso, vejo esse fenômeno como sendo perigoso e capaz de causar danos definitivos na eficiência com que a geração atual de ativistas será capaz de desempenhar o seu trabalho.

Por isso defendo que é hora de debatermos e conhecermos-nos, seja conhecermos-nos como pessoas que somos ou conhecermos aos nossos propósitos individuais, para que assim possamos compreender quais são os nossos propósitos coletivos: onde podemos formar alianças e onde devemos manter uma distância saudável e respeitosa. Vejo a necessidade de conversarmos todos, juntos, aprendendo uns com os outros, inclusive a respeitarmos-nos mutuamente. Julgo ainda ser urgente a necessidade de capacitarmos-nos enquanto ativistas para que possamos desempenhar nosso papel com maior eficiência e assertividade.

Esse é o clima que eu espero possa, com a colaboração de todos, ser estabelecido para o Encontro Nacional de Direitos Animais, que tem como objetivo maior o mesmo objetivo que acredito termos todos enquanto ativistas independentemente da diversidade que possa haver em nossas linhas de atuação, que é o da defesa dos direitos animais e da justiça para todos.

Esse encontro está sendo organizado com muito empenho e dedicação e ele é de todos e para todos nós. Participem das oportunidades para colaborar com a organização do evento, divulguem para a sua lista de contatos e compareçam. Em seu silêncio e miséria, os animais não-humanos contam apenas com os poucos que somos em sua defesa diante dos muitos que se empenham para lucrar com a sua exploração. Para que tenhamos êxito, temos que fazer nada menos do que o nosso melhor. O meu desejo é que o Encontro Nacional de Direitos Animais seja uma oportunidade de discussão, aprendizado e integração que, na medida em que cada um dos nossos ativistas se empenhar para fazer cada vez mais e melhor, resulte em ações úteis para os animais!



George Guimarães











Quem vai ao ENDA 2010?

Picture

















Para quem é o Encontro Nacional de Direitos Animais?

A previsão de inscrições para o Encontro Nacional de Direitos Animais 2010 é de 250 pessoas, sendo o espaço limitado a 300 pessoas. Na edição de 2008, tivemos a participação de quase 200 ativistas, vindos de 13 estados diferentes e atuando das mais diversas formas no movimento pela libertação animal.O ENDA foi criado para integrar e capacitar ativistas e interessados pela causa animal. Desde a definição da grade de programação até a escolha do ambiente onde o evento será realizado, a organização teve em mente desde aqueles que exercem um papel de liderança em um grupo local, até aqueles que colaboram com esses grupos, desde o ativista recém-chegado ao movimento e que deseja aprender mais sobre as formas de atuação, até o curioso que deseja descobrir se a causa pela libertação animal é algo pelo o que ele deseja lutar.

Se você tem um interesse latente ou expresso pela defesa animal, ou se você já tem claro e seguro o caminho que está trilhando nesse sentido,o ENDA é para você! É para quem quer saber mais sobre os temas pertinentes e também para quem já sabe muito e deseja conhecer as pessoas que integram esse movimento. É para quem acha que deve sozinho e para quem acha que só teremos de fato um movimento a partir do momento em que passarmos a conviver todos juntos, aprendendo com as nossas diferenças e aumentando a nossa capacidade de atuação através da formação de redes.

Se você sempre desejou aprender mais sobre os aspectos relacionadas aos direitos animais, ou sempre quis encontrar com pessoas que pensam como você, esse é o momento e a oportunidade!

A sua participação no ENDA 2010 contribuirá não apenas para a sua própria formação, mas outras pessoas certamente também encontrarão na sua participação um motivo que engrandecerá a experência delas. Um movimento é formado por grupos, que por sua vez são formados por pessoas. Sobretudo, um movimento é formado pelo relacionamento que existe entre esses grupos e pessoas. O objetivo do ENDA é criar a circunstância para que possamos formar as redes que são necessárias para que a nossa atuação se torne mais eficiente.

Voluntários para a Organização do ENDA 2010





Bruno Muller
Deolinda Eleutério
George Guimarães
Heron Santana
Hugo Chusyd
Laerte Levai
Leon Denis
Luciano Santana
Luis Martini
Marco Clivati
Mauricio Varallo
Nazareth Agra
Nina Rosa
Odete Miranda
Rafael Jacobsen
Renata Martins
Rosana Gnipper
Rynn Berry
Silvana Andrade
Tagore Trajano
Tamara Bauab

Já estão abertas as inscrições para esse evento bienal tão aguardado pelos ativistas brasileiros! Discutindo o movimento, nutrindo-se nas diferenças e capacitando nossos ativistas.

09 a 12 de outubro de 2010
Porangaba, São Paulo

As melhores mentes do movimento brasileiro em mais 40 palestras
Aprendizado e confraternização em quatro dias de convivência intensa com ativistas de todo o Brasil
Informação, capacitação e momentos de descontração (mergulho no lago, show de talentos, fogueira)
na companhia de pessoas que lutam pela mesma causa.

Inscrição com valores reduzidos durante o mês de julho (inclui hospedagem e alimentação).
Inscreva-se já acessando www.enda.org.br

Realização:

VEDDAS – Vegetarianismo Ético, Defesa dos Direitos Animais e Sociedade
www.veddas.org.br

Sem comentários: