março 18, 2010

Campanha defende "Segunda Sem Carne"


Valter Campanato/ABr
“Quando você come carne, provoca o sofrimento de animais”, diz o vegetariano Carlos Marx 
 
A campanha “Segunda Sem Carne” vem crescendo em todo o mundo. Foi lançada no Brasil no último fim de semana, pela Sociedade Vegetariana Brasileira. Objetivo é incentivar as pessoas a deixar de consumir carne pelo menos uma vez por semana, colaborando na redução do abate de animais e na preservação ao meio ambiente. 

Segundo a ONU, a pecuária é responsável por cerca de 18% dos gases estufa, responsáveis pelo aquecimento global. “Ampliar os rebanhos bovinos muitas vezes significa destruir florestas para a criação de gado”, explica o secretário de Meio Ambiente de Osasco, Carlos Marx, um dos entusiastas da campanha.

De acordo com o Greenpeace, a pecuária é a maior responsável pelo desmatamento da Amazônia.

Atualmente, em apenas 15 dias se mata o mesmo número de animais que eram abatidos durante um ano inteiro na década de 1950, aponta a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO).

Os métodos de criação e abate costumam ser cruéis. “Os animais são conscientes e sentem dor. Não quero causar o que não queria comigo”, afirma o veganista osasquense Leandro Ferro, conhecido como Leandro Ativista.

“Quando você come carne, provoca o sofrimento de animais”, diz Carlos Marx, que se diz vegetariano há três meses. “O consumo de carne é uma questão cultural e a campanha pede uma pequena ação. Essas pequenas ações podem ajudar a mudar a cultura, ir educando, informando, sem ser agressivo”, analisa Marx.

Leandro Ativista avalia que a campanha “é uma forma de aproximar as pessoas do vegetarianismo”. Ele ressalta que não é apenas para deixar de comer carne na segunda-feira, “mas qualquer produto de origem animal”.

A União Brasileira de Avicultura (UBA) divulgou nota contra a campanha, ressaltando os benefícios da carne de frango e a geração de empregos. As empresas têm adotado medidas contra o desmatamento, garante.

Ex-beatle lançou campanha

O maior ícone da “Segunda Sem Carne” é o ex-beatle Paul McCartney, que lançou o projeto na Grã-Bretanha em junho. McCartney faz a campanha no site www.supportmfm.org.


Visão Oeste

Sem comentários: