dezembro 03, 2009

Atriz Joanna Krupa aparece nua e carregando crucifixo em campanha


A modelo aparece em foto polêmica do PETA

A modelo polonesa Joanna Krupa também resolveu aderir à campanha da Peta, organização não-governamental em defesa dos animais, que "tira a roupa" de famosos para defender alguma causa.

Mas a sua foto promete gerar muita polêmica! Nela, Joanna aparece nua e com um crucifixo tapando suas partes íntimas.
A campanha incentiva a adoção de animais ao invés de comprá-los.

Fonte: oglobo.com




Polêmica: PETA enfurece igreja com campanha por adoção de animais
 

A nova campanha do PETA (People for the Ethical Treatment of Animals), que mostra a ex-coelhinha da Playboy Joanna Krupa nua, com asas de anjo, auréola e um crucifixo gigante tampando seus seios e genitália, enfureceu a igreja católica.

A foto angelical foi usada pela entidade de proteção aos animas, para promover a campanha de adoção de animais abandonados, e tem como slogan a frase: "Seja um anjo para os animais. Nunca compre, sempre adote".
Mas, a igreja não gostou, mesmo que a campanha seja para proteger seres vivos indefesos.
O PETA faz campanhas controversas e chocantes, porque seu objetivo é chamar a atenção do maior número de pessoas possível. Mas, por mais bem-intencionada que seja a causa, ainda pode ser criticada.

A igreja alegou que a entidade usou imagens de cunho religioso de forma totalmente inadequada.

“Esta é mais uma ocorrência de desrespeito para com a cristandade e outro exemplo de abuso que não deveria ocorrer com qualquer religião, porque a reação será imediata e tão intensa, que forçará as pessoas por trás disso a se retratarem rapidamente”, disse Deal Hudson, editor do site InsideCatholic.com à Fox News.
O presidente da Liga Católica, Bill Donohue, declarou:
“O fato é que gatos e cães estão muito mais seguros em pet shops do que nas mãos dos funcionários do PETA”.
“Fora isso, as pet shops não se apropriam da iconografia cristã para chamar atenção para assuntos não religiosos”.


Fonte: ofuxico






Anjo dos animais é diabo da Igreja



foto www.peta.org



Joanna Krupa, católica praticante, virou um anjo despido a favor da adopção de animais. A Igreja Católica norte-americana vê o diabo no corpo nu da modelo.

A jovem modelo Joanna Krupa, que já tirou as roupas para a capa da revista "Playboy", despiu-se, agora, em favor dos animais abandonados. Apenas com uma cruz religiosamente colocada, ganhou asas de anjo e uma auréola de santa para o novo anúncio da PETA. "Be an angel for animals. Don't buy. Adopt".



Ao ser "um anjo para os animais", na campanha a favor da adopção e em detrimento da compra de animais em lojas, Joanna Krupa virou um diabrete para a Igreja Católica. "É totalmente inapropriado", disse Deal Hudson, editor do sítio da net InsideCatholic.com, ao comentar o anúncio.



"É mais um caso de desrespeito para com a Igreja Católica e outro exemplo do tipo de abuso que nunca seria cometido contra outra das religiões mais importantes, dado que as reacções seriam tão ásperas que as pessoas não tardariam a retractar-se", argumentou Deal Hudson.



Joanna Krupa considerou "ridícula" a preocupação da Igreja Católica com a nudez de uma filme ou uma foto. "A verdade é que o Papa João Paulo disse que, dado como nascemos nus, é arte, e trata-se apenas de mostrar um bonito corpo que Deus criou", acrescentou, em declarações à televisão norte-americana Fox News.

"A verdade é que os animais estão mais seguros nas lojas ou nos abrigos que nas mãos de funcionários da PETA", argumentou o presidente da Liga Católica, Bill Donohue, em resposta ao tema da campanha. A Associação dos Direitos dos Animais manifestou-se em lojas de venda de animais, considerando que as pessoas, ao comprarem bichos de estimação, estão a deixar muitos animais abandonados em abrigos, até à morte.




"PETA é uma fraude", diz Bill Donohue. O presidente da Liga Católica faz do acrónimo de People for Ethical Treatment of Animals uma expressão popular em português: uma peta! "Quem apoia esta associação precisa de voltar à realidade. Precisam, também, de um curso de ética", acrescentou.



"Como católica praticante, estou chocada por saber que a Liga Católica está a dizer mal dos meus anúncios para a PETA", disse Joanna Krupa. "Estou a fazer o que a Igreja Católica deveria fazer, a trabalhar para acabar com o sofrimento sem sentido dos animais, as mais indefesas criaturas de Deus", argumentou.



É a segunda vez que Joanna Krupa dá o corpo ao manifesto da PETA. Em 2007 já tinha participado na que é, talvez, a mais falada campanha da Associação, a "Naked against furs", que despiu várias figuras, umas mais públicas que outras, contra o uso de peles de animais. Um antes nua que de peles de animal vestida, que cativou a atenção mundial nos últimos anos.



Krupa regressa, em 2009, para mais um momento de polémica da PETA, agora, os animais abandonados. Segundo a organização, nos EUA, cerca de oito milhões de cães e gatos são deixados anualmente em abrigos para animais. Cerca de metade nunca encontra dono. Apenas a eutanásia.


Jornal de Notícias

Sem comentários: