dezembro 01, 2009

Associação pede comida vegetariana durante encontro em Copenhague



A Associação Vegetariana Francesa enviou uma carta ao ministro dinamarquês Lars Lokke Rasmussen, pedindo que sejam servidas refeições vegetarianas durante um encontro com líderes de 192 países que discutirão metas para reduzir os efeitos do aquecimento global no planeta.
A conferência acontece em dezembro, na cidade dinamarquesa de Copenhague.
"O mundo aguarda não só debates, mas também ações juntas às palavras", diz o início do texto.
Na carta, a Associação descreve que servir refeições vegetarianas aos líderes seria uma forma de incentivá-los a adotar hábitos alimentares mais saudáveis. "É fato que a produção intensiva de animais é um dos principais fatores - senão o principal - na poluição global, emissão de gases com efeito de estufa e na diminuição da biodiversidade quer para animais terrestres ou marinhos", explica.



Ainda apresentam as seguintes informações:
- A produção intensiva é um poço sem fundo para proteínas, calorias e energia, com perdas até aos 90%. Esta desastrosa relação custo-lucro só é sustentável - nos nossos países industrializados -- através do dinheiro dos contribuintes. [IThe livestock industry and climate – EU makes bad worse, Jens Holm & Toivo Jokkala, 2008].
- A criação de gado é uma causa direta do desmatamento -- e da consequente emissão de carbono -- em áreas vulneráveis como a América do Sul [Slaughtering the Amazon, Greenpeace, 2009].
- É necessário 8 vezes mais água para produzir uma caloria de origem animal do que uma caloria de origem vegetal [Saving Water: from Field to Fork, SIWI, 2008].
- O consumo de animais marinhos mantém a indústria pesqueira, a qual conduz à pesca excessiva (37% de espécies marinhas já estão ameaçadas), ao desperdício (por cada dois quilos de peixe apanhado para consumo humano, um quilo de peixe morto é atirado de novo ao mar e outro ainda é transformado em farinha) e à poluição de ecossistemas costeiros pela aquacultura (a criação de salmão na Escócia produz a mesma quantidade de resíduos por dia que a população de Edimburgo).
O texto aponta ainda dados alarmantes sobre os efeitos do aquecimento global. "Desde 2000, as calotas polares da Groelândia perderam cerca de 1,5 bilhões de toneladas e o gelo da Groelândia contém água suficiente para causar uma subida do nível do mar de sete metros".
A Associação Vegetariana Francesa termina a carta dizendo que espera que Rasmussen "seja um líder a desenvolver uma estratégia genuína e eco-responsável para o encontro".


Vida Vegetariana

Sem comentários: