setembro 12, 2014

Dr. Colin Campbell, "The China Study"


~ Dr. T. Colin Campbell
Nascido nos EUA em 1934, T. Colin Campbell é um bioquímico que se especializou no efeito da nutrição na saúde. Em 1961 doutorou-se em nutrição, bioquímica e microbiologia pela Universidade de Cornell. Foi consultor sénior do "American Institute for Cancer Research" e faz parte do corpo consultivo do "Physicians Committee for Responsible Medicine". É, desde 1978, membro de imensos comités na "United States National Academy of Sciences". Foi um dos principais cientistas a coordenar The China Study, o maior estudo epidemiológico sobre a relação entre alimentação, estilo de vida e as doenças degenerativas modernas. Em 2010, após cirurgia cardíaca, Bill Clinton adotou as recomendações alimentares do Prof. Campbell, do Dr. Esselstyn e do Dr. Dean Omish.

~ China Study

The China Study é o maior estudo epidemiológico jamais realizado sobre o efeito da alimentação e do estilo de vida na saúde. Foi um empreendimento colossal realizado pelas Universidades de Cornell nos EUA e Oxford no Reino Unido, com o apoio da Academia Chinesa de Medicina Preventiva. O projeto foi liderado pelo Prof. Colin Campbell, após centenas de estudos realizados em laboratório sob a tutela da "American Cancer Society" e dos "National Institutes of Health" (EUA) e pesquisa realizada por diversos cientistas em diferentes partes do Mundo. Foi escolhida a China como local para pesquisa, pelo facto de existirem milhões de chineses que nascem e morrem no mesmo local, sem grandes alterações nos hábitos de vida ou alimentares, o que contribui para que os resultados sejam mais fidedignos. The China Study produziu mais de 8.000 associações significativas entre diversos fatores alimentares e várias doenças, o que fez com que o New York Times o apelidasse de "Grande Prémio da Epidemiologia".


http://www.thechinastudy.com/



por Francisco Varatojo 
E se a ciência descobrisse que muitas doenças como o cancro, a osteoporose, doenças cardiovasculares ou diabetes podem estar relacionadas com o consumo de alimentos como a carne ou os lacticínios?

Como reagiria se lhe dissessem que um estudo científico com uma amostra de milhões de pessoas aponta a dieta moderna, e em especial o consumo de produtos animais, como a causa principal da maioria das doenças modernas?

Esse estudo existe, chama-se "China Study" e os resultados do mesmo foram publicados em 2005 sob a forma de um livro com o mesmo título.
O China Study foi dirigido pelo Dr. Collin Campbell, professor de Bioquímica Nutricional na Universidade de Cornell nos EUA, com mais de 40 anos de experiência em investigação e autor de mais de 300 artigos científicos. Abrange mais de duas décadas de investigação e é realizado em conjunto pelas Universidades de Cornell, Oxford e pela Academia Chinesa de Medicina Preventiva de Pequim. É o maior estudo jamais realizado sobre a relação entre a alimentação e o risco de desenvolvimento de doença.

Tomei conhecimento deste estudo no ano 2000 e li o livro em 2006. Apesar do número quase incontável de livros que já li sobre o tema, nenhum me marcou tanto e me demonstrou de forma tão inequívoca, mesmo perturbadora, o quanto a alimentação hiperproteica moderna, baseada em produtos animais, contribui para o descalabro de doenças degenerativas que testemunhamos nos dias de hoje.

Perturbador tem sido igualmente para mim o facto de o maior estudo nutricional de sempre não ser mencionado em Portugal nos currículos universitários ou divulgado pela comunicação social. Simples desconhecimento? Ou porque coloca em causa o mito e os dogmas modernos sobre a alimentação?

Fonte: Jornal Sol


Entrevistas, informação, vídeos do Seminário, que foi filmado e passado em directo 
http://new.livestream.com/livestreaming-pt/nutricaofactosemitos
http://new.livestream.com/accounts/2649338/events/3109233/player?width=960&height=540&autoPlay=true&mute=false


IMPORTANTE VER!
OBRIGATÓRIO DIVULGAR!

Forks over Knives - TROQUE A FACA PELO GARFO 

video

Forks over knives tem como foco a alimentação e os avanços tecnológicos. Mas apesar de toda a tecnologia que temos disponível e dos avanços no campo da medicina estamos cada vez mais doentes. O que se passará afinal? Nos Estados Unidos duas em cada três pessoas são obesas, o número de diabéticos é explosivo, principalmente nas camadas mais jovens e metade da população toma medicamentos prescritos. Os problemas cardíacos, cancro e os avc’s são as principais causas de morte, apesar dos bilhões que são gastos anualmente para travar estas doenças. Há ainda inúmeras doenças degerativas. Haverá uma solução para este problema? Uma solução tão abragente, mas ao mesmo tempo simplista que até se torna incompreensível para ser levada a sério? Forks over Knives mostra como as doenças que mais nos preocupam podem ser revertidas ao rejeitar uma alimentação com alimentos de origem animal e processados. O filme traça a jornada de dois investigadores Dr. T. Colin Campbell e o Dr. Caldwell Esselstyn que vão viajar entre o continente americano e china, comparando o tipo de alimentação e as suas consequências na saúde.

website: www.forksoverknives.com
http://www.sociedadevegan.com/forks-over-knives


Sem comentários: