novembro 13, 2011

Monumento homenageia animais explorados e mortos nas guerras

Não foram só os humanos as vítimas das guerras. Cachorros, cavalos e até uma mula receberam uma homenagem especial com o monumento Animais na Guerra, no Park Lane, em Londres, na Inglaterra. Todos eles estão lá representados para que se reconheçam as “contribuições” prestadas por milhões de animais em conflitos militares no século XX.
O monumento foi inaugurado pela princesa real em novembro de 2004, depois que £ 2 milhões (US$ 3,2 milhões) foram arrecadados, por meio de um apelo nacional e consequente generosidade de muitos doadores, entidades beneficentes e empresas, para construir a obra.
A major monument designed for London.

A lista de animais que passaram por períodos de guerra é impressionante:
- 8 milhões de cavalos e incontáveis mulas e burros morreram durante a I Guerra Mundial. Muitas mulas também foram utilizados nas batalhas da Frente Ocidental e no calor opressivo de Birmânia, Eritreia e Tunísia durante a II Guerra.

- centenas de cachorros foram usados nos conflitos para enviar mensagens, detectar minas e desenterrar vítimas de bombas, assim como explorados de cães de guarda e patrulha.

- mais de 300 mil pombos serviram a Grã-Bretanha durante as duas guerras mundiais, salvando milhares de vidas ao levar mensagens imprescindíveis quando a comunicação não era possível.

- muitos outros animais foram utilizados em guerras por anos, incluindo elefantes, camelos, bois, gatos, canários e até vagalumes.

Todos estes animais foram lembrados até hoje, é certo que assim o seja. Mas eles deveriam ser lembrados pela bravura? Um animal pode ser chamado de “corajoso” quando não entende os riscos a que está sendo submetido ou as razões para tal?

ANDA

They served and suffered for us

O Livro: Animals in War

Sem comentários: