maio 29, 2010

O cérebro compreensivo dos vegetarianos

É frequente considerar-se que os estilos de vida sem carne são escolhidos por razões éticas relacionadas com os direitos dos animais. Como consequência das suas escolhas alimentares, vegetarianos e veganos são frequentemente acusados, como uma provocação, de gostarem mais de animais do que de pessoas. Mas, será que a maioria dos vegetarianos se importa menos com os humanos do que com os animais, se importa igualmente com humanos e animais, ou importa-se mais por humanos do que por animais mas mesmo assim importando-se mais pelos animais do que os omnívoros?

Um estudo publicado em PLoS ONE indicou diferenças entre as respostas provocadas pelo sofrimento humano e animal no cérebro de omnívoros, vegetarianos e veganos. Aos três grupos foi dado primeiro um questionário sobre "O Quociente de Empatia", e ficou provado que veganos e vegetarianos tinham resultados muito mais altos que os omnívoros. Depois, o cérebro destas pessoas foi visionado (scanned) com FMRI enquanto viam imagens de sofrimento humano, sofrimento animal e neutras paisagens naturais. Muitas diferenças foram detectadas entre os cérebros daqueles com diferentes hábitos alimentares...



Source: The empathetic vegetarian brain
Autor: tradução de Paula Soveral
Link: The Brain Functional Networks Associated to Human and Animal Suffering Differ among Omnivores, Vegetarians and Vegans
Fonte: EVANA

Sem comentários: