maio 19, 2010

Palestra de Graham Hill: Porque sou vegetariano... durante a semana



Sim, minha primeira reação foi achar ridículo o termo “durante a semana” na palestra da qual vou falar agora. Existe um evento muito famoso nos Estados Unidos chamado TED. Nele, palestrantes das mais diversas áreas mostram suas ideias para um mondo melhor. No vídeo que você está prestes a assistir o jornalista Graham Hill fala sobre um projeto pessoal que vem desenvolvendo há um ano: não comer carne ao menos durante a semana. Ele se considera um “cara verde” e fundou um blog chamado Treehugger – abraçador de árvores, em português.

Graham conta que vivia numa contante luta interna: “Sabendo tudo o que eu sei, por que ainda não sou vegetariano?”. No vídeo de 5 minutos ele descreve o que, para ele, foi uma revolução pessoal.

Como veganos obviamente gostaríamos que não houvessem “meio termos” como “durante a semana”. Mas quando você está com muitas pessoas no trabalho ou na faculdade é fácil enxergar que para a maioria delas parar de comer animais é uma possibildiade remota. Creio que nestes casos atitudes como a do palestrante são muito significativas e podem ser o primeiro contato com o vegetarianismo de uma pessoa que tem tudo para efetivamente se tornar vegano.

Sem muletas, hein?
É importante reforçar que isto não pode servir de “muleta” para que as pessoas não se tornem vegetarianas. Acredito que é um primeiro contato mais sutil e convidativo do que parar de vez de comer animais, mas se esta situação se estende por muito tempo se torna uma forma falha de tentar embasar uma situação de “sou vegetariano mas nem tanto”, revelando um conformismo que definitivamente não é bom.

Descrição da palestra
Todos sabemos os argumentos de que ser vegetariano é melhor para o meio ambiente e para os animais — mas em uma cultura carnívora, pode ser difícil fazer a mudança. Graham Hill oferece uma sugestão pragmática e poderosa…

Sem comentários: