junho 15, 2010

Perguntas para um Vegano.


Dúvidas? Mande sua pergunta! Perguntas interessantes a respeito do veganismo. A maior parte das perguntas que ouço são de caráter ético, questionam se é certo ou não adotar o veganismo. Essas perguntas, no entanto, partiram de pessoas simpáticas ao veganismo e que queriam lidar com problemas do dia-a-dia.



Aqui vão elas:
Na produção de grãos em geral, um grande número de animais (na maioria insetos) são mortos. No café ou na farinha de trigo, por exemplo, existem traços desses animais que acabam sendo triturados na fabricação desses produtos. É vegan, então, consumir café ou farinha?
A questão aqui tem pelo menos duas respostas. A primeira e mais radical é que insetos não são objeto de consideração moral e portanto não devemos ter preocupação nenhuma a respeito deles. Sendo incapazes de sentir, experimentar dor ou ter interesses, insetos não satisfazem os requisitos mínimo para a consideração moral. Isso quer dizer que, se há algum micro pedaço de inseto em seu café ou se você se delicia com um prato de larvinhas fritas ao melhor estilo mexicano, você não causa mal algum e não está sendo menos vegan por isso.
A segunda resposta, é que a abolição da exploração animal deve ser feita na medida do possível. Sei que isso é insatisfatório pois há quem pense que não é possível nem parar de comer carne. A questão é, se faz parte do processo de produção do grão que eventualmente algum inseto seja morto e não se possa fazer nada a respeito, essa é uma situação lamentável, mas não recriminável. Não há o que se fazer a respeito. A adoção de critérios muito severos como esse não fazem bem algum aos animais, na medida em que eles afastam do veganismo pessoas que estariam dispostas a viver com menos exploração animal.
O que um vegan deve fazer com suas roupas de origem animal que ele adiquiriu antes de se tornar vegan?
Essa já é uma questão mais pessoal. Eu particularmente não acho que se deva fazer nada. A idéia de se evitar artigos de vestuário de origem animal é que, comprando esses produtos, você está dando dinheiro para pessoas que exploram animais e estará sendo responsável  por esse sofrimento que foi inflingido para que você tivesse sua jaqueta ou sapato. Guardar ou jogar fora um sapato que você já comprou, não fará diferença alguma para isso. O que muitos veganos objetam é que eles se sentem mal em vestir a pele de um animal sacrificado e por isso preferem não fazê-lo. Se esse é o seu caso, doe suas roupas para instituições de caridade. Uma outra objeção é que usando artigos animais, você incentiva outras pessoas a também fazê-lo. Bem, acho que essa é uma objeção fraca. Até onde eu sei, nunca  ninguém mudous seus hábitos de vestuário por minha causa. A não ser que você seja um artista de Hollywood, acho que você também não tem por que se preocupar com isso.
Todo vegano é protetor de animais? É preciso adotar cães, gatos, ou dedicar seu tempo a esse tipo de atividade para ser vegan?
Certamente não. Veganismo implica em tentar reduzir ao máximo a exploração de animais em sua vida, mas não exige nenhuma atividade de militância ou ativismo. Uma parte considerável dos vegans que conheço atuam na divulgação do veganismo e em entidades de proteção de animais, mas isso não é um requisito. Além disso, ser vegan não implica em ter animais de companhia. Na verdade, uma grande parte dos partidários do veganismo são contra a criação desses animais. Um caso notável disso é um amigo meu que, apesar de ser vegan por mais de 6 anos, não se envolve em nenhuma forma de ativismo e é um declarado “odiador” de animais.
Mas é claro que, se você se interessa por animais, ativismo etc, não há nada de errado em fazê-lo. Pelo contrário, você certamente estará agindo para reduzir ainda mais a exploração animal.
Um vegan namoraria alguém que consome carne? Se ele acha tão errado assim maltratar animais, por que ele se associaria com amigos ou parceiros que não respeitam os animais?
Particularmente, já faz algum tempo que eu só namoro vegans e vegetarianos. No entanto, isto não é mais um princípio de restrição de dieta; simplesmente aconteceu de que as pessoas por quem eu me interessei já o fossem. Entendo que namorar alguém que consuma carne possa ser um tanto desagradável para alguns vegetarianos ou vegans, mas não há nenhum tipo de proibição a esse respeito.  Um fator importante que todo vegan deveria estar atento é que nós vivemos em um mundo não-vegan. Nós não somos a maioria e ainda é diferente adotar esse tipo de idéia. Não é certo, então, julgar que pessoas que comem carne são ruins só por causa disso. Muitos nem mesmo ouviram falar que é possível viver uma vida livre de crueldade animal. Nesse sentido, acho importante não restringir seu circulo de amizade só entre vegans. Se não basta o fato de que os seus amigos são acima de tudo seus amigos, ao menos pelo interesse estratégico de que é exatamente a convivência de pessoas não-vegans com pessoas vegans que tornará essa posição ética mais comum e aceita na sociedade.

Sem comentários: