março 14, 2010

Livro de Moby que expõe a indústria da carne é lançado nos EUA


Uma das grandes conquistas da indústria da carne moderna é o fato de que a grande maioria das pessoas (…) não faz a mínima ideia de como os animais são criados e abatidos.”
(Peter Cheeke, professor de Zootecnia, Universidade de Oregon)
Gristle: Da indústria da carne até segurança alimentar. (Pensando duas vezes sobre a carne que comemos) Imagem: The New Press
PAPERBACK ORIGINAL - FOR OMNIVORES AND VEGANS ALIKE, A HARD-HITTING AND EYE-OPENING GUIDE TO THE MEAT YOU EAT, BY THE WORLD’S MOST FAMOUS VEGAN


Onde está o bife? Hoje em dia está ocupando seu espaço nos jornais. Mais do que nunca, a carne está ocupando as manchetes diárias e cresce o número de pessoas buscando informações exatas sobre o que estão comendo.
Os fatos colaboram: casos de contaminação crescem, a obesidade se tornou uma pandemia nos EUA e o setor da indústria da carne é responsável por uma emissão de gás metano que supera todo o setor de transportes.Não é à toa que milhões de pessoas estão pensando duas vezes sobre consumir carne. Deste cenário nasceu Gristle, o livro  que promete expor a indústria alimentícia dos EUA.
Gristle pode ser definido como um pacote de informações bastante dinâmico, na forma de um pequeno guia, feito para todas as pessoas que estão pensando sobre as consequências da indústria da carne – de onívoros até veganos.
Os autores da obra são o premiado músico e ativista Moby e a especialista Miyun Park, que reuniram as 15 principais vozes do país para opinar sobre a questão. Trata-se de um grupo eclético de áreas diversas, incluindo pecuaristas, ativistas pelos direitos dos trabalhadores, atletas profissionais, cientistas, ambientalistas, empresários do ramo de alimentos e defensores do bem-estar animal. Todos discutem sobre como e por que a indústria da carne prejudica trabalhadores, comunidades, o meio ambiente, nossa saúde, nossa carteira e os animais.
Gristle combina fatos extremamente objetivos com um toque de esclarecimento e traz belos gráficos e ilustrações que mostram a realidade da indústria de alimentação nos EUA.
Moby faz música desde os seus nove anos de idade e já vendeu mais de 20 milhões de álbuns. Famoso pelo seu ativismo político e social, ele é vegano e abolicionista há quinze anos. Miyun Park é diretora de uma organização internacional que visa o bem-estar de animais explorados na indústria, além de ser ex-vice presidente da Humane Society International.
O livro foi lançado nesta quarta-feira (10) e pode ser adquirido através da New Press por U$ 14,95 (internacional).
Com informações de The New Press

Sem comentários: