dezembro 07, 2009

Na véspera de Copenhague, ativistas se manifestam em SP contra carne

da Folha Online
Cerca de 150 ativistas realizaram uma manifestação na av. Paulista, neste domingo (6), na véspera do início da conferência do clima de Copenhague. Eles propunham o veganismo, abstenção de todo tipo de produto derivado de animais, como carne e leite, como solução para o problema do aquecimento global.

Manifestação na av. Paulista indicou a abstenção de consumo de derivados de animais contra aquecimento global



Os manifestantes divulgavam o relatório "A Grande Sombra da Pecuária", feito pela Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO/ONU), que relatava que o gado é responsável por cerca de 18% do aquecimento global, uma contribuição maior que a do setor de transportes, de cerca de 15%.
Eles levavam balões simbolizando os gases metano e CO2, emitidos pela atividade pecuarista, e distribuíram 7 mil panfletos. Havia também uma fantasia simulando uma vaca, similar a usada na festa de bumba meu boi.

Também ressaltam que a maior parte do desmatamento da Amazônia é devido à pecuária, seja para a plantação de soja para alimentar o gado no exterior ou para a criação direta dos animais no pasto.
Com início às 10h30 para panfletagem, a passeata foi das 13h às 14h30. O evento fechou duas pistas da avenida, com apoio da Polícia Militar.
Os manifestantes também chamaram a atenção para o Dia Internacional dos Direitos Animais, comemorado na quinta-feira (10). "Todos os animais têm o direito à vida e à liberdade, livres da exploração humana", diz comunicado do grupo Veddas (Vegetarianismo, Defesa dos Direitos Animais e Sociedade), organizador do ato.
"Ao tomarmos suas vidas para servirem aos interesses da nossa espécie, confinando-os e privando-os de todas as suas necessidades, desde as mais básicas, estamos destruindo não somente as suas vidas, mas também a nossa própria possibilidade de sobrevivência nesse planeta", completavam.

Sem comentários: